Partilhar é dar, é sair de si, é abraçar…

 

Somos hoje convidados a abrir o nosso horizonte ao mundo, mergulhado no sofrimento, na injustiça, mas apoiados na força da Palavra de Jesus, o Justo; somos interpelados a olhar cada homem com Amor, dedicação e compromisso. O Papa Bento XVI, no encontro com o mundo da cultura no Centro Cultural de Belém, dizia-nos  “Fazei coisas belas, mas sobretudo tornai as vossas vidas lugares de beleza”.

Em tempos de crise aguda, somos convidados a acender a candeia do irmão que vive na escuridão. Como a abelha que produz o que há de mais doce, sejamos também produtores de doçura para os que precisam de nós. Que os nossos gestos sejam luz para todas as pessoas: idosos, crianças ou jovens. Não guardemos para nós o tempo, o que somos e o que temos.

Como o Samaritano possamos parar, olhar, amar e agir. Partilhar é dar, é sair de si, é abraçar, é comungar a situação do meu irmão.

 

* * * * * *

 

O imperativo de Jesus – “vai” é convite a sair do nosso eu; a partilhar o pouco que somos e temos com o irmão. Dizia Madre Teresa de Calcutá: “Não tens nada para dar, porque nada tens, tudo o que tens foi-te emprestado. Só tens que gerir o melhor possível o que Deus te emprestou”.

Então arrisca o tempo que Deus te empresta para o serviço gratuito e partilha-o com alegria!

 

* * * * * *

 

Senhor, Tu que olhas cada um e fecundas em nós o dom da partilha tal como fizestes com os teus discípulos, ao pedir-lhes que colocassem os poucos peixes e pão diante de Ti, em favor da multidão, toma as nossas vidas e faz acontecer a multiplicação hoje em gestos solidários, fraternos e missionários.

 

Tu que olhaste o Samaritano na sua humilde condição de partilha e solidariedade, dando tudo o que tinha, faz com que os nossos gestos, palavras e atitudes sejam de partilha solidária, sem reservas do nosso tempo, da nossa verdade, encontrando para cada irmão hospedagem e ocasião para crescer na sua dignidade de ser pessoa.

 

* * * * * *

 

Jesus convida-nos sempre a partilhar, a dar, Ele não quer que se perca nenhum dos talentos que Deus deu. E quanto mais partilhamos, mais ‘ricos’ ficamos. Partilha a tua vida, o teu tempo, o teu ser e deixa Deus acontecer em Ti. Dá sempre com alegria. Nada temas, partilha, faz encontro.

Põe-te a caminho.

Não te esqueças que ser Missionário é deixar transvazar para o outro o ‘azeite’ do nosso ser em compaixão!

Não basta ‘dar’, é preciso ‘dar-se’.


Guião Outubro Missionário 2011, Semana 3 – Partilha

You can leave a response, or trackback from your own site.

Leave a Reply


Parse error: syntax error, unexpected T_STRING in /home/diocese/public_html/sdam/wp-content/themes/MotionStyle/footer.php on line 18