Pages Navigation Menu

Benção de Finalistas 2015

bencao_02

Bispo de Aveiro incentiva finalistas a defender a vida e a construir “um mundo novo”

António Moiteiro, presidindo pela primeira vez à bênção de Aveiro, disse ainda que é preciso continuar a estudar.

 “Jesus escolheu-vos como amigos para que possais dar muito fruto: construir um mundo novo, um mundo mais justo, mais fraterno, que tem como lei a lei do amor recíproco”, disse D. António Moiteiro aos cerca de 900 finalistas que participaram na cerimónia da bênção, que decorreu na Alameda da Universidade de Aveiro (UA), na manhã de 10 de maio.

O Bispo de Aveiro dirigiu-se no início da celebração aos muitos pais e familiares que estiveram presentes – estima-se em cerca de 10 milhares o número de pessoas na assembleia – para realçar que também para eles o dia era de grande alegria, quer pelo esforço feito para ter um familiar no ensino superior, quer pela esperança que põem no futuro do jovem. E porque a bênção é apenas uma etapa, D. António Moiteiro realçou que a formação tem de continuar. Na ala onde estavam o reitor da UA, o presidente da Câmara Municipal de Saveiro e diversos professores houve sorrisos perante as palavras do Bispo de Aveiro: “Ninguém esteja convencido de que o estudo terminou. Continuai a estudar e a atualizar conhecimentos. Tudo ajuda à realização pessoa e a sermos elementos ativos na construção de um mundo mais justo e mais fraterno, com especial atenção aos pais pobres, porque mais precisam”.

António Moiteiro apelou ainda aos valores da vida, assinalando-se em Portugal, de 10 a 17 de maio, a “semana da vida”, que tem por lema “vida com dignidade, opção pelos mais fracos”. “A vida deve ser defendida desde o momento da conceção, protegida ao longo da existência e acarinhada na etapa final”, disse.

No final de celebração, os 43 cursos presentes (da UA e dos institutos superiores ISCAA, ISCIA e IPAM) apresentaram os seus símbolos, do globo ao circuito eletrónico, do diapasão ao tubo de ensaio, num momento sempre propício a manifestações dos alunos e que, por isso mesmo, foi deixado para o final da Eucaristia.

A celebração da bênção dos finalistas, desde o início dos anos 90, é organizada pelo Centro Universitário Fé e Cultura.

Compromisso

“É nosso compromisso (…) aplicar as aprendizagens adquiridas, de forma justa, honesta e digna, de modo a zelar pelos valores e dignidade humana, tantas vezes esquecida, e preservar o mundo belo que para nós criaste”.

Excerto da oração de compromisso proclamada pelos finalistas

“O vosso contributo indispensável”

“Desejo que a vossa realização profissional seja acompanhada com o crescimento do ser pessoa capaz de transformar o mundo onde todos colaboremos, esquecendo-nos um pouco de nós mesmo, em construir o bem comum e uma sociedade mais justa e equilibrada. O vosso contributo indispensável”.

Excerto da mensagem de D. António Moiteiro no guião da celebração

texto e fotografias:

António Jorge/ CV

bencao_01

.

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

  • Facebook
  • Google+
  • Twitter
  • YouTube