Pages Navigation Menu

Visita Pastoral ao Arciprestado de Aveiro – Mensagem de D. António Moiteiro

 

Testemunhas de Cristo ressuscitado

No dia 8 de outubro começa a visita pastoral ao arciprestado de Aveiro e vai prolongar-se até ao mês de abril, finalizando no dia do Corpo de Deus, dia 31 de maio. A Visita Pastoral é um momento privilegiado com o qual o Bispo diocesano mantém contactos pessoais com os sacerdotes da mesma zona pastoral e com os outros membros do Povo de Deus. Segundo o Diretório para o Ministério Pastoral dos Bispos esta deve ser uma ocasião para «reavivar as energias dos obreiros do Evangelho e de chamar todos os fiéis à renovação da sua vida cristã e a uma atividade apostólica mais intensa».

Jesus não só anuncia e propõe o Reino de Deus, como convida ao seguimento. Saber-se chamado pessoalmente por Deus é a experiência chave de toda a vocação e de todo o projeto de vida. Este seguimento nasce do encontro pessoal com o Ressuscitado, num dinamismo de conversão, entrega e renúncia. Todos temos de perguntar-nos: Qual a transformação que o encontro com Cristo operou na minha vida pessoal e na vida da minha paróquia? Seguir Cristo compromete. Este testemunho leva-nos a ter que dizer como São Paulo: «Não que já o tenha alcançado ou já seja perfeito; mas corro para ver se o alcanço, (…) lançando-me para o que vem à frente» (Fl 3,12-13).

Ser cristão a sério, a partir do batismo, é viver em função da nossa vocação/missão. “É hora de propor de novo a todos, com convicção, a santidade ‘medida alta’ da vida cristã” (cf. NMI 31). Temos um tesouro a oferecer.

Hoje, o apelo a viver o Evangelho passa de uns para os outros, muitas vezes, por contágio. Necessitamos pessoas que nos ajudem a crescer na fé e a apaixonar-se por Jesus vivo e Ressuscitado, a partir da sua própria experiência de relação pessoal com Ele. A vida comunitária, a vida espiritual e a vida apostólica devem ser capazes de inspirar experiências novas. Comunidades que, em conjunto, partilham, rezam, celebram e ajudam a discernir sobre os sinais e a vontade de Deus tornam-se oásis para o florescimento de uma vida cristã autêntica.

Que a visita pastoral procure criar condições de encontro com Cristo, procurado na interioridade, seguido no Evangelho e reconhecido no rosto dos irmãos, através de uma vida de oração, de liturgia e compromisso social.

 

Aveiro, 14 de setembro de 2017.

+ António Manuel Moiteiro Ramos, Bispo de Aveiro

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

  • Facebook
  • Google+
  • Twitter
  • YouTube