Pages Navigation Menu

E_casa #05 | fevereiro 2020

DOMINGO DA APRESENTAÇÃO DO SENHOR
02 fevereiro

«Os meus olhos viram a vossa salvação»

Evangelho de Nosso Senhor Jesus Cristo
segundo São Lucas

Ao chegarem os dias da purificação, segundo a Lei de Moisés,
Maria e José levaram Jesus a Jerusalém,
para O apresentarem ao Senhor,
como está escrito na Lei do Senhor:
«Todo o filho primogénito varão será consagrado ao Senhor»,
e para oferecerem em sacrifício
um par de rolas ou duas pombinhas,
como se diz na Lei do Senhor.
Vivia em Jerusalém um homem chamado Simeão,
homem justo e piedoso,
que esperava a consolação de Israel;
e o Espírito Santo estava nele.
O Espírito Santo revelara-lhe que não morreria
antes de ver o Messias do Senhor;
e veio ao templo, movido pelo Espírito.
Quando os pais de Jesus trouxeram o Menino
para cumprirem as prescrições da Lei no que lhes dizia respeito,
Simeão recebeu-O em seus braços
e bendisse a Deus, exclamando:
«Agora, Senhor, segundo a vossa palavra,
deixareis ir em paz o vosso servo,
porque os meus olhos viram a vossa salvação,
que pusestes ao alcance de todos os povos:
luz para se revelar às nações
e glória de Israel, vosso povo».

Palavra da salvação.

JESUS ESCONDIDO

“Maria e José levaram Jesus a Jerusalém, para O apresentarem ao Senhor.” Que grande dia deve ser este, para Israel! Não é verdade que o Templo é a Casa de Deus? Chamem a guarda de honra, abram alas, que o Senhor Poderoso, o Deus dos Exércitos vai, finalmente, entrar em sua Casa!

Mas naquele dia no Templo, entra apenas uma jovem família, com um recém-nascido nos braços e duas pombinhas numa gaiola. Como sempre, a simplicidade de Deus desconcerta-nos. Desatentos, corremos o risco de não O reconhecer…

Simeão, “homem justo e piedoso”, tem a alma tão purificada pelo amor e pela oração, que reconhece de imediato Deus aconchegado ao colo de Maria, escondido sob mantas quentinhas. Feliz, estende os braços, e logo Maria lhe oferece Jesus.

Será que também eu estou atento à presença de Deus entre nós? “Jesus escondido” na Eucaristia, como dizia Francisco, o pastorinho de Fátima; “Jesus escondido” na rotina da minha família, feito “Carne” na “carne” dos que vivem a meu lado?

E será que, como Maria e José, tenho pressa em levar os meus filhos à Casa de Deus, enquanto ainda cabem no meu colo?

Hoje, quando me colocar na fila da Comunhão, irei imitar Simeão. Com olhar reverente, adorarei Jesus escondido na Hóstia Santa. Depois, pedirei à Mãe que me deixe tomá-l’O em meus braços, só um bocadinho… E Maria deitará o seu Menino no berço das minhas mãos.

“Agora, Senhor, deixarás ir em paz o teu servo, porque os meus olhos viram a tua salvação, que puseste ao alcance do meu olhar, das minhas mãos, da minha boca, do meu coração, da minha família… Estás tão próximo, Jesus…”

 

::: versão para impressão :::


 

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

  • Facebook
  • Google+
  • Twitter
  • YouTube