Pages Navigation Menu

Bodas de prata sacerdotais do P.e João Carvalho

João Carvalho foi ordenado padre no dia 14 de julho de 1996. Na próxima quarta celebra 25 anos de ordenação. D. António Moiteiro preside à Eucaristia de ação de graças, que será celebrada em frente à igreja matriz do Troviscal, às 19h30. O Correio do Vouga pediu ao P.e João Carlos que nos contasse as principais etapas do percurso vocacional.

João Carlos de Almeida Carvalho nasceu a 17 de abril de 1971, na freguesia de Santa Maria de Viseu. A sua vocação surgiu por influência de um amigo, com a ajuda do pároco. “Aos domingos à tarde brincava com os meus colegas na minha aldeia em Travassós de Cima e havia um colega meu que andava no Seminário Menor de Fornos de Algodres. Era mais novo que eu dois anos. No final da brincadeira, íamos lanchar ou a casa dos pais dele ou à minha. Ia-me falando sobre o Seminário; perguntava-lhe como era, o que se fazia, se também se jogava futebol, etc. Até que a dado momento fiquei entusiasmado e perguntei aos meus pais se podia ir também para o Seminário. Disseram que sim. Falei também com o meu pároco, o saudoso Sr. Vigário, padre Artur Jorge da Silva, que me apoiou e ajudou muito, e em outubro de 1983 dava entrada no Seminário para o 7º ano de escolaridade. Tinha eu 12 anos”.

Padre João Carlos com o bispo D. António Monteiro

“Em outubro de 1986 passei para o Seminário Maior de Viseu e por lá estive até concluir o meu percurso académico. Antes da Ordenação, fiz o meu estágio pastoral no ano de 1995/1996 nas paróquias do concelho de Santa Comba Dão, já como diácono: São João de Areias, Pinheiro de Ázere e Óvoa”. “Fui Ordenado Diácono na Sé Catedral de Viseu, a 23-07-1995 e a Ordenação Presbiteral na minha paróquia natal (Rio de Loba), a 14 de julho de 1996. Ambas as ordenações foram ministradas pelo então Bispo diocesano de Viseu, D. António Monteiro, que era frade capuchinho.”

Na Diocese de Viseu, P.e João Carlos foi pároco de Arões (1996-2001), professor de EMRC (Educação Moral e Religiosa Católica) em Oliveira de Frades e Santa Cruz da Trapa, pároco de São João da Serra (2000-2001), pároco de Bodiosa (2001-2010), Capelão Militar do RI 14 Viseu (2001 a 2005), pároco de Ribafeita (2004-2005), pároco de Lordosa (2004 até 2005) e pároco de Calde (2009-2011) e de Pindelo dos Milagres (2010-2011).

D. António Francisco dos Santos

Em 2011, integrou-se na Diocese de Aveiro. “Precisava de encontrar um Bispo que me acolhesse como um pai acolhe um filho. Estava a atravessar uma fase difícil na minha vida de padre, não por uma crise de vocação, mas por uma “saturação” na relação com o meu Bispo, o falecido D. Ilídio Leandro. Sempre que tentávamos dialogar sobre este ou aquele aspeto da vida pastoral, tornava se impossível, pois não aceitava opiniões que fossem contrárias à dele, daí que faiscávamos! Na altura, era Bispo de Aveiro o D. António Francisco com quem eu tinha uma grande proximidade e amizade que já vinha detrás. Chegou, por várias vezes, a deslocar se a Viseu para falar comigo. Até que surgiu o convite: «Se quiseres vem para Aveiro. Eu dou-te trabalho». E cá estou eu com muita alegria nesta missão”.

Em Aveiro, foi vigário paroquial de S. Tiago de Beduído (2011) e colaborador na Unidade Pastoral de Águeda (2012). Atualmente é pároco de Amoreira da Gândara (desde 2012), Troviscal (desde 2012) e Ancas (desde 2014). A incardinação na Diocese de Aveiro deu-se no dia 10 de março de 2020. P.e João Carlos é também vigário judicial adjunto do Tribunal Diocesano. Estudou Direito Canónico na Universidade Pontifícia de Salamanca, desde o ano 2017-18 e concluiu recentemente a formação ao apresentar a tese “A preparação jurídico-pastoral do matrimónio na Diocese de Aveiro”.

In Semanário Correio do Vouga, edição de 07 de julho de 2021


  • Facebook
  • Google+
  • Twitter
  • YouTube