Pages Navigation Menu

Triénio Pastoral 2018|21

 

  1. Objetivo Geral

Responder ao convite “vem e segue-me” e fazer ressoar com alegria o chamamento à santidade em toda a Igreja Diocesana, pois a vocação cristã, nascida no batismo, é o seguimento e o testemunho de Jesus nas ocupações de cada dia, onde cada um se encontra.

 

  1. Objetivos específicos/operativos

 

1º Ano (2018-2019) – A vocação batismal, caminho de santidade

“Deixa que a graça do teu Batismo frutifique num caminho de santidade. Deixa que tudo esteja aberto a Deus e, para isso, opta por Ele, escolhe Deus sem cessar.”

Gaudete et Exsultate 15

 

  • Situar a vocação cristã no âmbito da vocação humana à vida e ao desenvolvimento integral.
  • Impulsionar e promover a iniciação cristã como a maneira normal de fazer discípulos missionários de Jesus, que com Ele se identificam o seguem, dando frutos de santidade.
  • Fomentar entre os agentes de pastoral uma espiritualidade de comunhão missionária a partir do encontro pessoal e comunitário com Jesus

        

2ª Ano (2019-2020) – A vocação da família: com o olhar fixo em Jesus.

“O matrimónio é uma vocação, sendo uma resposta à chamada específica para viver o amor conjugal como sinal imperfeito do amor entre Cristo e a Igreja. Por isso, a decisão de se casar e formar uma família deve ser fruto dum discernimento vocacional.” AL 72

“A beleza do dom recíproco e gratuito, a alegria pela vida que nasce e a amorosa solicitude de todos os seus membros, desde os pequeninos aos idosos, são apenas alguns dos frutos que tornam única e insubstituível a resposta à vocação da família», tanto para a Igreja como para a sociedade inteira.” AL 88

  • Dar atenção à família como Igreja doméstica, para que possa cumprir a sua missão de ser a primeira escola onde, com amor se acolha a vida, se celebre a fé e se promova o desenvolvimento social.
  • Promover itinerários de formação e educação para o amor humano integral.
  • Divulgar e incentivar a catequese familiar através de itinerários de iniciação cristã que permitam às famílias celebrar a fé no lar e na comunidade paroquial.
  • Impulsionar a vivência do domingo, dia do Senhor, como tempo de oração, de descanso e de convívio familiar.

 

3º Ano (2020-2021) – Enviados para anunciar o Evangelho de Jesus

O “Espírito Santo não só santifica e conduz o Povo de Deus por meio dos sacramentos e ministérios e o adorna com virtudes, mas distribuindo a cada um os seus dons como lhe apraz» (1 Cor. 12,11), distribui também graças especiais entre os fiéis de todas as classes, as quais os tornam aptos e dispostos a tomar diversas obras e encargos, proveitosos para a renovação e cada vez mais ampla edificação da Igreja, segundo aquelas palavras: «a cada qual se concede a manifestação do Espírito em ordem ao bem comum» (1 Cor. 12,7). LG12

“Em muitos lugares, há escassez de vocações ao sacerdócio e à vida consagrada. Frequentemente isso fica-se a dever à falta de ardor apostólico contagioso nas comunidades, pelo que estas não entusiasmam nem fascinam. Onde há vida, fervor, paixão de levar Cristo aos outros, surgem vocações genuínas.” EG107

 

  • Dedicar especial atenção à vocação ao sacerdócio ministerial, divulgando o papel do Seminário Diocesana e a Pastoral Vocacional.
  • Renovar as estruturas eclesiais de acompanhamento, discernimento e formação, a fim de que as pessoas, segundo as diversas vocações, possam viver o discipulado missionário de Jesus.
  • Promover as vocações de consagração

 

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

  • Facebook
  • Google+
  • Twitter
  • YouTube